NullStack: Conhecendo o framework Brasileiro

Introdução ao NullStack

Nullstack é um framework fullstack para a construção de aplicações web progressivas. Ele conecta uma camada de IU (interface do usuário) com gestão de estado a microsserviços especializados no mesmo componente usando o JavaScript puro (vanilla).

Os componentes Nullstack são classes JavaScript normais com o front-end e back-end juntos. O objetivo é que o desenvolvedor tenha uma aplicação full-stack por padrão, sem lidar com tantas as decisões.

O Nullstack permite que você faça sua aplicação sair funcionando o mais rápido possível, mas também é flexível o suficiente para que você possa refatorá-la a hora que achar necessário.

Considere o exemplo abaixo, onde um componente com estado usa uma função de servidor para ler dados do banco e retornar para o cliente:

import Nullstack from "nullstack";

class BookPage extends Nullstack {
  title = "";
  description = "";

  static async findBookBySlug({ database, slug }) {
    return await database
      .collection("books")
      .findOne({ slug });
  }

  async initiate({ page, params }) {
    const book = await this.findBookBySlug({
      slug: params.slug,
    });

    if (book) {
      page.title = book.title;

      Object.assign(this, book);
    } else {
      page.status = 404;
    }
  }

  render() {
    return (
      <section>
        <h1>{this.title}</h1>
        <div>{this.description}</div>
      </section>
    );
  }
}

export default BookPage;

No exemplo acima, o Nullstack do lado do servidor renderiza e retorna o HTML pronto, isso ajuda a questão do SEO (Search Engine Optimization) quando o usuário entra na aplicação por esta rota. Quando o usuário navega para esta página, uma chamada de API é feita para um microsserviço onde é gerado automaticamente retornando um JSON e atualizando o DOM.

Como funciona o Nullstack?

O Nullstack gera dois pacotes: um para o servidor e outro para o cliente com o mínimo de dependências possíveis. O framework é responsável por decidir quando usar uma chamada de API ou usar uma função local; o programador só precisa pensar no comportamento de suas funções.

Cada ambiente tem seu contexto, que é um proxy passado para cada função. O recurso torna o Nullstack um framework horizontal em vez de uma árvore, o que é muito importante se você trabalha em um projeto dinâmico, onde as alterações precisam ser feitas constatemente.

No exemplo abaixo, estamos analisando o parâmetro "README" e quando a aplicação é iniciada, salvamos o seu valor no contexto do nosso servidor:

import Nullstack from "nullstack";
import { readFileSync } from "fs";
import { Remarkable } from "remarkable";

class About extends Nullstack {
  static async start(context) {
    const text = readFileSync("README.md", "utf-8");
    const md = new Remarkable();

    context.readme = md.render(text);
  }

  static async getReadme({ readme }) {
    return readme;
  }

  async initiate(context) {
    if (!context.readme) {
      context.readme = await this.getReadme();
    }
  }

  render({ readme }) {
    return <article html={readme || ""} />;
  }
}

export default About;

O cliente chama uma função de servidor e salva o conteúdo README no context do cliente que está disponível offline em outras visualizações. Ambos readFileSynce remarkablesão excluídos do pacote do cliente. Existem muitas otimizações neste código, mas o componente parece quase tão simples quanto uma versão mais básica.

Diferenças do Nullstack para outros frameworks?

O framework Nullstack, desde o início, foi pensado como uma solução completa que usa o mesmo conceito para resolver todos os problemas. Essa abordagem torna o Nullstack muito fácil de aprender, já que pegar os primeiras conceitos é o suficiente para permitir que você codifique com a stack.

A stack tenta juntar todas as boas coisas de frameworks como React, Vue, Next entre outros em um único, porém não perdendo a essência da linguagem JavaScript.

Atualmente, o mercado está tentando usar uma única abordagem "tamanho único", onde React ou agora o mais novo queridinho NextJS é a solução para tudo. Se você pensar em frameworks como sapatos, o Nullstack é apenas um sapato que se ajusta ao tamanho do problema em questão e busca deixar o desenvolvedor mais confortável.

Um convite especial

Convido a todos que vem acompanhando o TipsCode a contribuir com esse projeto tão legal e criado por um Brasileiro, a TipsCode hoje é uma grande parceira do projeto Nullstack, hoje o site da Tips é criado com Nullstack e foi um desafio que me trouxe muito aprendizado e lhe convido a fazer o mesmo.

Acesse o github do framework e deixa uma estrelinha para ajudar o projeto a ganhar visibilidade!

Conclusão

Sem dúvidas tenho certeza que ainda vamos ver falar muito desse framework, então de uma chance a ele, da uma olhadinha com mais detalhes, no canal da TipsCode tem alguns vídeos bem legais, vou linkar aqui para você da uma olhada.

Como criar um app com nullstack

Créditos

Este artigo traduz com algumas alterações uma Entrevista com o Autor do Framework para o site SurviveJS

Estudante TipsCode

Vagas abertas para o melhor curso de programção Fullstack do Brasil. Clique no botão abaixo para conhecer.